quarta-feira

Maui e Ilana

Maui é a da direita, sem óculos.

Eu acredito no Deus dos gatos. Quando tudo parece perdido para eles, eis que ocorre um milagre. A vida desses bichos está repleta de pequenos milagres. Às vezes eles ocorrem à luz do dia, à beira de uma estrada de Petrolina, por onde passam automóveis e caminhões, romeiros arrastando cruz, homens que venderam a alma ao diabo numa encruzilhada deserta. Os locais perigosos e ermos e os mais mal frequentados são sempre os mais propícios para as aparições divinas. Falo do Deus dos gatos, evidentemente. Maui é testemunha de um milagre. Se não o carro no qual viajava sua salvadora não quebraria a poucos metros de onde ela estava.

Hoje, ela dorme numa cama quente e não precisa perambular mais pelas ruas cobertas de pó, onde os poucos restos de comida encontrados são disputados por crianças esfarrapadas e sem nenhum Deus que cuide delas. A dona de Maui não sabe que não existe o acaso na vida de humanos e felinos, que eram deuses em outras eras e se comportavam como tais. Ela também não sabe que, a partir de agora, sua vida ganhará outro rumo. Com um desses pequenos e antigos deuses andando sem cerimônias por seu apartamento, ela será testemunha de pequenas transformações à sua volta: estará mais atenta a quem precisa de sua proteção, receberá cargas de energia nos momentos em que estiver triste e desanimada; dará muitas risadas com algumas perantices de sua mascote; terá alguém com quem conversar e trocar confidências; ganhará uma fonte nova de inspiração para seus escritos e uma ouvinte atenta para suas histórias. E essas histórias certamente se enriquecerão com a formação de uma nova dupla literária. A mais jovem toma leite e a mais experiente talvez já tenha descoberto que existem bebidas melhores que coca-cola.

17 comentários:

  1. Adorei!
    Tanto o seu text quanto o de Ilana, a que usa óculos!!!


    Beijos=*

    ResponderExcluir
  2. Seu Luiz, tivemos um caso parecido, mas com cachorro, aqui na Piacaba! E como todos os deuses, encantou muita gente e teve uma curta passagem pela terra. Saudoso Carvãozinho!
    Também não usava óculos!

    ResponderExcluir
  3. Ahh.. com certeza os dias ficaram mais felizes com Maui, hoje maior que na foto. Agora, por exemplo, ela tá fazendo bom uso dos jornais jogados pela casa huahuahua

    A coitada chegou mal aguentando ficar em pé. Depois de 2 dias de muita ração e leite, já corria pela casa. É uma ladra nata de comidas em cima da mesa... mas um dia ela melhora ( eu espero).

    Maui também gosta de escrever. Aqui em casa, ela já descobriu o teclado e adora a mesa do computador... Uma literária nata. Um dias desses posto os escritos da minha gata. (risos)

    Abraços, Luiz..
    Adorei o texto

    ResponderExcluir
  4. O deus dos gatos.
    Cara, um dia pensei nisso para título de livro. Algumas vezes nossos celulares se interconectam...

    ResponderExcluir
  5. Luíz,
    Este texto deixou-me os olhos húmidos.
    Não percebo nada de Deus dos gatos, etc . Embora saiba que , popularmente, os gatos absorvem determinadas vibrações (destinadas aos donos). Uma amiga minha tem 3 gatos. Numas férias que lá passei, admirou-se porque foram para o meu colo e 2 dormiram sob a minha cama. Disse-me que eles sabem se o/a visitante gosta mesmo da dona E, que, acertam sempre. Sabendo a m/amizade genuína que eles a tinham validado com elevado grau de confiança, pois só dormem com ela ou com as filhas.
    Agora o conto. Ai, o conto é uma perspectiva diferente. Não me refiro à qualidade literária. A essa já nos habituámos aqui. Refiro-me à SENSIBILIDADE. De partilhar nestas linhas o quanto podemos aprender (ou passar ao lado, se for essa a escolha) com os animais. Todos os animais. Neste caso, a Llana, aprenderá e interrogar-se-á em pouco tempo, de situações que , se calhar levaria anos. E, esse conhecimento, transbordará na sua escrita para muitos leitores.
    Aliás, já está a acontecer, pelas pessoas que lerem este post! E, aqui eu digo: Obrigada MAUI!!!! (sp que escrevo o nome, penso estar dislexica, pois na 1ª leitura li MIAU, rs)
    Amanhã temos conto colectivo. Se lhe apetecer passar por lá, é bem-vindo!
    Sorrisos e ternura de Lisboa,
    através da minha pessoa, mas de Lisboa, rs

    ResponderExcluir
  6. ai saudadees da minha gatinha :(
    eu nem penso mto, senão choro.
    era tão alegrinha, me alegrava,bjs

    ResponderExcluir
  7. Gatos têm sete vidas. Isso ja é divino!

    ResponderExcluir
  8. Jaque,

    Que legal que vc e a moça dos óculos gostaram... A gatinha não reclamou também...
    bjs
    luiz

    ResponderExcluir
  9. Coitado do Carvãozinho, que não usava óculos, que já não está entre nós.

    ResponderExcluir
  10. Ilana,

    Acho que ela escreve melhor que muita gente que eu conheço...

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Jorge,

    Aproveite o título e escreva boas histórias. Eu tenho algumas histórias envolvendo gatos que estou guardando para um projeto de livro. Vamos ver como as coisas rolam.
    abração
    luiz

    ResponderExcluir
  12. Lilia,
    Gostei muito do que vc escreveu e da leitura que você fez desse pequeno texto inspirado na história verdadeira da gatinha da Ilana. A história dos gatos de sua amiga é muito bonita. Andei sumido por conta de muitos afazeres, mas prentendo voltar a visitar seu blog, com certeza.
    Obrigado pelo seu carinho e pelas palavras sempre amáveis.

    Bjs
    luiz

    ResponderExcluir
  13. Laura,

    Eu sei o que vc está sentindo, também já passei por isso. Mas agora é olhar pra frente.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Lina,

    Os gatos são bons personagens para textos e imagens. E eles parecem saber disso e se aproveitam, malandramente.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Lindo e sensível texto. Tocou-me o coração. Sobre minha mesa de trabalho permanece minha fiel Thelma Louise, uma frajola pequena e meiga de 3 anos. Também ela é escritora e adora passear pelo meu teclado. Ama tomar água na torneira e dorme enrolada nos meus pés. Uma paixão. Elza

    ResponderExcluir
  16. Do you drink Coke or Pepsi?
    SUBMIT YOUR ANSWER and you could get a prepaid VISA gift card!

    ResponderExcluir

Dê seu pitaco